SAS Global Forum 2021: SAS anuncia expansão do suporte para nuvens AWS e Google Cloud

1

A decisão de expansão do suporte nativo em nuvem visa democratizar, cada vez mais, o uso do analytics

Em sua 21ª edição, o SAS Global Forum 2021 teve início hoje e irá até o dia 20 de maio, de modo virtual e gratuito.

Na sessão de abertura, Dr. Jim Goodnight, CEO e Co-fundador do SAS; Bryan Harris, VP Executivo e CTO; Jenn Chase, Senior VP e Head de Marketing, e Riad Gydien, VP Executivo e CSO para EMEA e AP,  falaram sobre as novas estratégias da empresa, cases de sucesso e o que ainda há por vir.

Há quase um ano, na última edição do evento, foi anunciada a parceria estratégica entre o SAS e a Microsoft com o intuito de impulsionar a inovação e expandir a transformação digital. Seguindo o mesmo propósito, hoje foi divulgada a expansão do suporte nativo em nuvem para Amazon Web Services (AWS) e Google Cloud Platform (GCP), além da antecipação de que o suporte ao Red Hat OpenShift está previsto para o final deste ano.

O intuito da expansão é garantir que as análises sejam executadas onde os clientes hospedam seus dados, seja na ponta, on premises, ou na plataforma de nuvem da sua escolha. O SAS tem como forte objetivo conseguir que organizações, cada vez mais, transformem seus dados em inteligência, por isso a importância da amplificação da variedade de plataformas em nuvem, conseguindo chegar onde seus clientes precisam.

Além do anúncio da expansão, também foram apresentados alguns casos de sucesso do uso de analytics em benefício dos negócios. O Citi Group, cliente de longa data do SAS, falou sobre como está utilizando o SAS Viya para criar um poderoso ecossistema analítico. Um dos benefícios citado pelo Senior VP de data e Analytical Solutions do Citi, Jason Gray, é a integração que o Viya oferece com ferramentas de qualquer ambiente onde a empresa opera. Isso beneficia os clientes ao fornecer a possibilidade de obter análises avançadas em qualquer ponto de contato que ele precise. Outro grande benefício é a possibilidade de conseguir trabalhar os dados em todos os principais provedores de nuvem sem comprometer o processo geral.

Outro case apresentado foi o da British Rowing, time nacional de remo do Reino Unido. Com o uso de advanced analytics, o GB Rowing Team conseguiu melhorar o desempenho de seus atletas, tanto individual quanto em grupo, descobrir novos talentos para o time de elite, e, com a pandemia do Coronavírus, conseguiram auxiliar nos treinos remotos e analisar o desempenho de cada atleta. Brendan Purcell, diretor de performance do British Rowing, afirmou que “quanto mais pudermos usar o analytics, mais conseguiremos tirar o melhor da equipe”.

Teremos muitos outros conteúdos e casos de uso por vir, então não fique de fora e inscreva-se agora: https://www.sas.com/en_us/events/sas-global-forum.html

Share

About Author

Victoria Silva

Assistente de Marketing, SAS Brasil

Victória Ribas da Silva é estudante de relações públicas da Faculdade Cásper Líbero, em seu portfólio consta trabalhos com empresas como Petrobras e, a ONG, Pimp My Carroça. Atualmente atua como assistente na área de Marketing do SAS Brasil.

1 Comment

Leave A Reply

Back to Top