Mais Dados, Mais Claro: conheça o projeto de democratização do analytics da Claro Brasil

0

Durante sua apresentação no SAS Telco Summit 2021, Luciano Diettrich, head de advanced analytics na Claro, buscou ilustrar os caminhos percorridos pela Claro para inclusão de soluções analíticas nos seus processos.

O executivo dividiu a evolução da companhia em três ondas: a primeira, vivenciada entre 2006 e 2010, contou com a aplicação dos primeiros algoritmos, priorização do uso de relatórios e aceleração da estruturação dos dados. A segunda, durante 2011 e 2016, consistiu na ampliação do uso da modelagem estatística para diversas áreas, trazendo maturidade para o uso de dados nas operações internas da Claro, e a terceira, praticada entre os anos de 2017 e 2020, contou com o uso intenso de algoritmos de Machine Learning em praticamente todas as áreas da empresa, o que demandou certas mudanças no formato de trabalho do público interno da empresa.

“O grande fator que vai habilitar a adoção em escala são pessoas. A gente precisa preparar as pessoas, entender sua dinâmica e o processo em que elas estão inseridas para que elas possam adotar dados e analytics em escala”, analisa o executivo. Apesar dos resultados animadores trazidos pelo aumento expressivo do uso de analytics pela organização, Luciano comenta que a concentração de conhecimento analítico em uma pequena parcela dos funcionários ainda é um grande desafio da Claro que precisa ser superado.

Com o objetivo de disseminar o conhecimento em analytics, foi inaugurada a quarta onda em 2021, visando a preparação das outras áreas da companhia para identificar oportunidades no dia-a-dia de aplicabilidade de dados nas operações. O Mais Dados, Mais Claro foi traçado em dois caminhos: o primeiro, com foco na capacitação do público interno por meio de treinamentos que preparam os colaboradores para utilizarem, de maneira assertiva, as soluções em analytics; e o segundo, voltado para a atração e retenção de novos talentos de fora da companhia, interessados em conhecer a utilidade dos dados para a inovação das operações do negócio.

Tags
Share

About Author

Leticia Medeiros

PR e Field Marketing

Leave A Reply

Back to Top